Porquê as pedras semi-preciosas associadas ao mês ganham relevância?

Porquê as pedras semi-preciosas associadas ao mês ganham relevância?

Porquê as pedras semi-preciosas associadas ao mês ganham relevância? Essa pergunta vem à mente toda vez que vejo a palavra -"birthstone" ou a expressão "pedras dos signos".

É difícil determinar com alguma certeza onde está a origem desta prática cultural, mas parece apontar para uma conexão entre as doze pedras no peitoral de Aarão (significando as tribos de Israel, conforme descrito no Livro do Êxodo), aos doze meses do ano e doze signos do zodíaco. No peitoral, havia quatro filas de joias, mas infelizmente, os significados dos nomes dos minerais não são claros e vários mudaram de significado entre a era clássica e os tempos modernos. Logo, não se sabe ao certo quais pedras compunham as referidas filas.

Ao longo dos séculos, as teorias de que cada pedra tinha uma conexão com um mês específico ou alinhamento astrológico eram muitas.

George Frederick Kunz foi um mineralogista e colecionador de minerais americano e vice-presidente da Tiffany and Co de 1879 a 1932. No seu livro, "The Curious Lore of Precious Stones" em 1913, Kunz escreveu sobre este aspeto e acerca do hábito de Catarina de 'Medici no século XVI, que usava um cinto cravejado de doze pedras com gravuras de natureza talismânica. Alguma confusão sobre qual pedra deveria representar um mês de calendário tomou seu curso ao longo dos séculos e possivelmente devido à noção de que é difícil atribuir uma única qualidade ou virtude a apenas uma pedra. Em 1912, para tornar esta questão mais clara e minimizar a confusão, o American National Association of Jewelers lançou a lista moderna de "birthstones" ou as chamadas "pedras de nascimento". No livro de  Kunz, encontra-se a descrição desta lista e a referência ao mês, que era diferente da tradicional dado que ocorreram algumas mudanças nos meses das pedras de nascimento. Também várias pedras foram adicionadas ao longo do tempo o que lança ainda maior confusão ao tema.

De acordo com a crença popular, as pedras de nascimento têm atributos, mistérios e conhecimentos que são únicos para cada pedra preciosa. Podemos encontrar inúmeros mitos e lendas relacionados a esses atributos e ao poder de cada pedra de nascimento. Nos primórdios, na hora do parto eram dadas pedras de nascimento às grávidas,  por exemplo, para garantir que tudo correria bem no parto e a criança seria saudável. 

O fascínio desta tradição em torno das pedras de nascimento está muito presente no século XX e no século XXI. Podemos encontrar uma variedade de literatura em torno do assunto da magia e do poder das gemas. 

Magia e poder são argumentos atraentes e divertidos que também alimentam estas histórias É por isso que a cultura do "birthstone" está muito viva!

No espirito de divertimento encontre sua pedra de nascimento aqui:


Janeiro: granada
fevereiro: ametista
março: água-marinha
abril: diamante
maio: esmeralda
junho: pérola, alexandrita, pedra da lua
julho: rubi, Carnelia
agosto: peridoto, sardônia, espinélio
setembro: safira
outubro: opala, turmalina
novembro: topázio, citrino
dezembro: turquesa, tanzanita